Exibindo todos 5 resultados


Alessandra Rehder, São Paulo (1989). Graduada em fotografia, 2009, no Institute SPEOS – Paris; sempre interessada pela imagem e as técnicas necessárias para criá-las, as utiliza para estruturar seu trabalho como fotógrafa profissional e artista contemporânea. Inicia seus primeiros projetos fotográficos na convivência em diferentes comunidades carentes da Ásia. Cria em Paris a World Wide Women, empresa direcionada a divulgar o trabalho diferenciado de jovens fotógrafas internacionais, no qual exibe pela primeira vez seus trabalhos na exposição “A Wanderer’s Eyes”. Pesquisas visuais em países como Indonésia, Tailândia, Vietnam, Brasil, México, Filipinas, Papua-Nova Guiné, China, Japão, Índia, Jamaica, Turquia Butão, Nepal, África e Etiópia fazem parte do seu extenso roteiro de trabalho, onde, o nomadismo de seu olhar, gera registros em comunidades de baixo IDH. Sua câmera também voltou-se para a natureza, com foco nas questões ambientais que também afligem o homem contemporâneo. Alessandra fixa um contraponto ao conjunto de preocupações com a devastação do meio ambiente. Em 2015 reside em Londres e retorna em 2018 para Brasil. Alessandra Rehder a pesar de sua pouca idade explora e articula em seu processo de criação diversas modalidades da arte contemporânea. Conhecida, inicialmente, pela pesquisa e desdobramentos na fotografia a produção da artista se faz incongruente para uma definição absoluta de uma técnica ou suporte material e sensorial ao inserir um espectro múltiplo de possibilidades e interpretações. Rehder converte sua pesquisa produtiva em manifestos visuais de apropriaçãoe referências para a discussão e conscientização ao problematizar desde a arte questões sólidas sobre a contemporaneidade artística e de comportamento social de forma adirecional.